Dieta Mediterranea – Do que se trata? – Como é feita? – É boa mesmo?

Quando falamos de emagrecimento, é muito comum que a primeira solução que venha na cabeça das pessoas seja fazer diversas dietas e por conta disto, falaremos sobre a Dieta Mediterranea, também conhecida como a Dieta do Mediterrâneo.

Esta é mais uma dieta que tem ganhado bastante notoriedade por conta da internet e muita gente relata que através dela, conseguiram perder peso e ter o corpo que sempre sonharam, mas, será que isto é realmente verdade?

Antes de falarmos deste tipo de alimentação, vale ressaltar que antes de colocar em prática qualquer tipo de dieta, a consulta a um nutricionista profissional e de confiança é muito válida e pode evitar que você tenha diversos problemas ao longo da dieta.

Como é a dieta?

Quando falamos da Dieta Mediterranea ou Dieta do Mediterrâneo, muitas pessoas ficam em dúvida sobre o que seja a mesma, porque o nome não dá uma dica muito clara de como a mesma é realizada, por conta disto, explicaremos mais sobre ela.

Esta tem como base alimentos frescos e naturais, como o azeite, legumes, frutas, leite, cereais e queijo. É necessário também que evitemos produtos industrializados como comidas congeladas, salsichas e bolos em pó.

Aqui, temos uma dieta que na verdade não é utilizada apenas para o emagrecimento e perca de peso. Muita gente utiliza a mesma para mudar o estilo de vida, isto porque ela naturalmente vai melhorar o nosso metabolismo, ajudando no controle de peso.

Dieta Mediterranea

Principais benefícios da mesma:

Esta não voltada apenas para a perda de peso, como mencionado antes, ela também é um estilo de vida, sendo normalmente usada nos países em volta do mar mediterrâneo, por isso, leva este nome. Seus principais benefícios são:

  • Menor risco de doenças cardiovasculares:

Um ótimo uso para a Dieta Mediterranea é evitar estas doenças que afetam a vida de muitas pessoas, doenças como câncer, diabetes e diversas outras doenças degenerativas podem ter o seu risco reduzido;

  • Protege o corpo contra aterosclerose e trombose:

Se você sofre com este tipo de doença, este tipo de alimentação pode ajudar a manter o controle destas doenças e proteger o mesmo contra elas. Por isso, utilizar deste estilo de vida, pode ajudar na vida de muita gente;

  • Muitos nutrientes:

Diferente dos alimentos industrializados, os alimentos que consumimos ao fazer esta dieta são ricos em nutrientes, o que nos traz mais saúde e qualidade de vida;

  • Ajuda a variar a alimentação:

Para o paladar de crianças, esta pode tornar mais fácil das mesmas comerem legumes, saladas e verduras, além de variar o cardápio para toda a família.

Dieta Mediterranea

Regras para esta dieta:

Assim como todos os estilos de alimentação, para que esta dieta seja realizada de forma correta, precisamos seguir algumas regras, sendo elas:

  • Não comer alimentos industrializados;
  • Consumir peixes e frutos do mar;
  • Consumir azeite e gorduras boas;
  • Comer alimentos integrais;
  • Frutas e verduras;
  • Leite e derivados desnatados;
  • Fontes de proteína;

Se você quer mais dicas de alimentação para esta dieta, fique à vontade para pesquisar, mas antes de tudo, consulte um nutricionista para adotar a Dieta Mediterranea.