O que você precisa saber sobre os gatilhos mentais

Para ampliar o potencial de vendas, quanto mais estratégias melhor, concorda? É por essa razão que é fundamental entender sobre os gatilhos mentais, artifício que pode ser usado em conteúdos dos mais diversos tipos, desde em um anúncio de um ímã de ferrite a um postblog.

O fato é que a estratégia usada no mundo do marketing funciona, quando bem utilizada, é claro. Por isso, criamos esse artigo para você saber tudo o que precisa sobre os gatilhos mentais. Venha conosco!

Mas o que são gatilhos mentais?

Em primeiro lugar é necessário saber o que são os gatilhos mentais. Basicamente, eles são estímulos que agem diretamente no inconsciente das pessoas  e impulsionam a tomar uma ação ou decisão, como, por exemplo,  a de comprar um tubo flexível ou qualquer outro tipo de produto ou serviço, sem mesmo ter interesse.

Os gatilhos mentais diminuem o esforço cognitivo, o que permite que as decisões, até mesmo mais complexas, sejam tomadas de maneira ágil, quase sem necessidade de pensar muito. 

É por essa razão que eles são utilizados no marketing como forma de atrair o lead (potencial cliente) a consumir o conteúdo e realizar uma ação, de acordo com o objetivo, que pode ser:

  • Comprar;
  • Baixar um e-book;
  • Cadastrar o e-mail;
  • Fazer a inscrição.
  • Entre outros.

Portanto, eles podem ser utilizados em anúncios, e-mail marketing, landings pages, entre outros materiais comuns dentro de estratégias de marketing.

É importante destacar para que haja sucesso na aplicação dos gatilhos mentais, que é preciso entender o perfil e comportamento do público-alvo, para identificar quais gatilhos podem funcionar melhor para estimular determinada ação.

Gatilhos mentais mais utilizados em estratégias de marketing

Expectativa: para promover um lançamento de novos modelos de produtos, como, por exemplo, bacias de contenção, equipamento aplicado em segmentos industriais, o time de marketing pode usar a expectativa ou novidade, que fomenta o interesse para saber mais sobre o produto em questão. Podem ser usadas frases como: “Um novo produto está chegando!”

Escassez: a escassez é um dos gatilhos mentais mais usados, pois dão ao leitor a sensação de que se não adquirir determinado produto, ele pode acabar. “Restam poucas unidades”, é um tipo de frase que pode ser aplicada.

Exclusividade: outro gatilho que dá resultado é o da exclusividade, no qual o objetivo é fazer com que o consumidor se sinta tratado como preferencial, com vantagens que poucas pessoas têm.

Prova social: é muito comum que as pessoas sejam motivadas pelas opiniões de outras. Se uma pessoa, por exemplo, deixa um depoimentos contanto resultados positivos sobre um serviço ou produto, há mais possibilidade do consumidor tomar a decisão de compra.

Urgência: assim como de escassez é um dos mais aplicados no marketing, especialmente para promover promoções especiais.

Confiabilidade: esse tipo de gatilho mental tem o objetivo de passar segurança ao consumidor, de modo que ele sinta que a empresa tem credibilidade e por isso, ele pode confiar.

Autoridade: semelhante à confiabilidade, a autoridade é um gatilho que também tem o foco em imprimir credibilidade, de uma maneira que mostre que a empresa é uma especialista no assunto.

Esse foi o nosso artigo sobre o que você precisa saber sobre os gatilhos mentais, estratégia que permite obter bons resultados.

Se gostou compartilhe com amigos e nos siga para ver mais conteúdos como esse.

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.